Temas musicais de The Magical Girl and The Evil Lieutenant são revelados em novo trailer

Lezel, Yuki Ono e Mai Nakahara interpretam as canções

Divulgação

Foi divulgado um novo trailer para a adaptação em anime de The Magical Girl and The Evil Lieutenant Used to Be Archenemies (Katsute Maho Shojo to Aku wa Tekitai Shiteita), com prévia dos temas musicais da obra. Os artistas Lezel, Yuki Ono e Mai Nakahara interpretam as canções da produção, respectivamente. Confira abaixo o novo trailer:

Lezel interpreta a canção de abertura, Mikansei Rendezvous (Encontro Incompleto em tradução livre), enquanto que Yuki Ono e Mai Nakahara cantam a música de encerramento, Itsumo Futari ga Ii ne (Que Bom que os Dois Estão Sempre Juntos em tradução livre), nas vozes das respectivas personagens.

Sinopse:

Ela é uma garota mágica, que jurou lutar pela paz, pelo amor e pela justiça. Ele é um tenente, que nasceu em uma família militar que serve à uma força maligna. Mesmo assim, foi amor à primeira vista... Da autora de Inu x Boku S.S., Cocoa Fujiwara apresenta uma história sobre inimigos hostis que não se matam (e se amam) um ao outro! 

O elenco de vozes da obra conta com:

  • Yuki Ono na voz de Mira
  • Mai Nakahara na voz à Byakuya Mimori
  • Shinichiro Miki na voz de the Cat Familiar
  • Mariya Ise na voz de Hibana Kagari
  • Hikaru Midorikawa na voz de the Bird Familiar
  • Kenichi Suzumura na voz de Fomalhaut
  • Ayako Kawasumi na voz de Bellatrix
  • Hiro Shimono na voz de Alcyone
  • Nao Toyama na voz de Spica
  • Takumi Yamazaki na voz de Sadalsudh
  • Takaya Hashi na voz de Betelgeuse

Com produção do estúdio Bones, o anime tem direção de Akiyo Ohashi, roteiros e composição de série de  Yuniko Ayanae, design de personages de Haruko Iizuka e trilha sonora por MAYUKO.

A história de The Magical Girl and The Evil Lieutenant Used to Be Archenemies foi lançado na revista Gangan Joker por Cocoa Fujiwara em 2013 no Japão. A obra foi cancelada em 2015 com a morte da autora e o último volume da obra foi publicada em 2016, sob autorização da família.

Fonte: ANN

Comentários